domingo, 16 de setembro de 2012

A CAVERNA DO DRAGÃO



título original: Dungeons & Dragons
título brasileiro: A Caverna do Dragão
ano de lançamento: 1983
país: Estados Unidos
produção: Marvel Productions / TSR Inc.

Quando se fala na Caverna do Dragão atualmente, talvez o que venha à mente do pessoal mais novo antes de mais nada sejam as lendas urbanas que se criaram sobre o último capítulo do seriado no final dos anos 90...
Mas se você foi adolescente nos anos 80 (portanto, já não é mais tão novinho assim rsrs), deve se lembrar desse desenho como um dos maiores sucessos da época, exibido nas manhãs da Globo.
O prólogo da história, mostrado só na abertura do desenho e nunca durante os capítulos em si, nos mostra um grupo de 4 garotos e 2 garotas num dia de diversão comum e entrando no trem fantasma de um parque de diversões... Vai tudo bem a princípio, até que, do nada, ocorre uma espécie de explosão de energia diante do carrinho deles, teletransportando todos pra outro planeta, cheio de guerreiros, magos e monstros de todos os tipos... Aliás, mais uma curiosidade: na tradução brasileira, o planeta foi chamado de Caverna do Dragão só na própria abertura, enquanto, nos capítulos, ele é chamado simplesmente de “Reino”.
Mas enfim: depois que chegam ao “Reino”, os garotos se dedicam a andar pelo planeta a procura de um recurso que mande eles de volta pra Terra. Quase sempre, portais mágicos. Mas uma vez também tentam voltar de nave.
Pelo caminho, eles são orientados (mas quase nunca ajudados diretamente) por um mago anão conhecido como Mestre dos Magos, ao mesmo tempo em que são perseguidos por um mago perverso conhecido como Vingador. E de vez em quando também esbarram com um dragão-fêmea mega-poderoso chamado Tiamat (que por algum motivo não identificado foi apresentada ao público brasileiro como personagem masculino e dublada com voz de homem).
Como o último capítulo da Caverna do Dragão nunca foi produzido, nos anos 90 pipocaram informações falsas sobre isso em vários sites, contando versões diferentes pro fim da história (a mais famosa afirmava que o “Reino” era o Inferno!).
Inspirado no jogo Dungeons & Dragons e voltado muito mais pro público adolescente do que pro infantil (aliás, muita gente não entendeu isso na época, mas...), esse seriado é uma ótima pedida pra quem gosta de aventura com um certo nível de drama e até de terror light.
Clique aqui pra ver mais informações sobre A Caverna do Dragão:


Até a próxima!

6 comentários:

M. disse...

Realmente tudo que cerca este desenho é no minimo tenebroso! E eu gostava muito de assistir!

Marcelo C,M disse...

Eu era pequeno quando assisti pela primeira vez e achava assustador. Meu episodio favorito era o cemitério dos Dragões, que dava a sensação de matar ou morrer entre os personagens.

Não custava eles fazerem um episodio final dessa incrível saga.

Gilberto Carlos disse...

Adorava esse desenho. Vi todos os episódios exibidos.

Bússola do Terror disse...

M.→ Com certeza. Tem coisas ali que a gente só vê em filme de terror mesmo.
Lembra daquele capítulo em que os garotos encontram uma cabana em ruínas no meio da floresta e descobrem que ela é habitada por uma família de mortos-vivos? Tem uma cena em que o Erick deita numa cama ali e o braço de um morto-vivo sai do meio dos lençóis e agarra ele. Se isso não é terror, é o quê?rs

Marcelo→ O roteiro do último capítulo chegou a ser escrito. Se chama Requiem e a gente encontra ele facilmente aí pela rede. Mas, infelizmente, nunca saiu do papel. Uma pena mesmo.

Gilberto→ Eu também gostava muito. Acho que também vi todos os capítulos.

Hugo disse...

É um clássico absoluto dos desenhos animados dos anos oitenta.

Não sei como algum produtor ainda não comprou os direitos para levar os personagens ao cinema, com atores de carne e osso.

Abraço

Bússola do Terror disse...

Engraçado: enquanto eu tava fazendo o post, tava pensando exatamente nisso. Esse é um dos poucos desenhos clássicos que nunca ganharam uma versão com atores de carne e osso.
Abraço também.